Produção brasileira tem menor custo mundial

Os técnicos do Ministério do Desenvolvimento fizeram uma análise do comportamento das exportações e dos preços dos produtos nos quais o Brasil tem maior competitividade e que, justamente por isso, mais enfrentam barreiras ao comércio. O açúcar consegue produzir uma tonelada por US$ 170, o menor custo do mundo. Por conta disso, para exportar aos EUA o açúcar brasileiro paga 10,10% de tarifa dentro da cota fixada e até 170% sobre o que exceder essa cota.

O Japão impõe tarifas entre 118,7% e 344,72% e a UE importa açúcar de suas antigas colônias por US$ 496 a tonelada e reexporta a preços subsidiados. Apesar disso tudo, porém, somente na área agrícola, o Brasil conseguiu dobrar o volume exportado entre 1996 e 2001, só que por um preço 39% mais baixo, em média. Caso esses tivessem se mantido no mesmo nível de 96, o Brasil poderia estar comemorando um superávit comercial de US$ 13 bilhões. As informações são do O. Estado de S. Paulo. (Udop)

X