Presidente executivo da Udop revela projeção da safra de 60 usinas

Salibe: mix das unidades deve priorizar o etanol, mas produção de açúcar deverá crescer (Foto: Alessandro Reis)

As 60 unidades produtoras de açúcar, etanol e bioeletricidade associadas da União dos Produtores de Bioenergia (Udop) manterão o mix alcooleiro na safra 2017/18, mas deverão ampliar a produção de açúcar.

A avaliação é de Antonio Cesar Salibe, presidente executivo da Udop, em entrevista ao JornalCana concedida durante workshop do F. O. Licht Sugar & Ethanol Brasil, na capital paulista.

A maioria das unidades associadas à Udop iniciou a safra 17/18?

Antonio Cesar Salibe – Sim. Temos 60 associadas em sete estados. Entre 90% e 95% de nossas unidades já começaram a safra.

Como será o mix produtivo? 

Antonio Cesar Salibe – Creio que teremos um ano mais alcooleiro. Isso porque temos mais capacidade de produzir etanol do que açúcar. Nos anos anteriores, tivemos o mix com 45% para açúcar e 55% para etanol.

A melhoria dos preços do açúcar não pode mudar esse mix?

Antonio Cesar Salibe – Na safra 16/17 tivemos 47% para açúcar e 53% para etanol. A safra continua mais alcooleira, mas com aumento da produção de açúcar. Mais de 50% da cana moída é para etanol, mas hoje chega-se bem próximo dos 50% da cana para açúcar.

 

X