Preços da cana acumulam queda de 11,5% em seis meses

Os preços da cana-de-açúcar acumulam queda de 11,5% nos seis primeiros meses do ano, em razão da maior oferta de matéria-prima em São Paulo. No

mês, o recuo é de 2,62%, de acordo com dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura do Estado de

São Paulo.

A queda reflete o avanço da colheita de cana no Centro-Sul – safra estimada em 272 milhões de toneladas pela União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica).

Preços da cana acumulam queda de 11,5% em seis meses

Os preços da cana-de-açúcar acumulam queda de 11,5% nos seis primeiros meses do ano, em razão da maior oferta de matéria-prima em São Paulo. No

mês, o recuo é de 2,62%, de acordo com dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura do Estado de

São Paulo.

A queda reflete o avanço da colheita de cana no Centro-Sul – safra estimada em 272 milhões de toneladas pela União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica).

X