Preço do álcool começa a cair no Rio

O início da safra de cana-de-açúcar no Centro-Sul, que já vinha derrubando os preços do álcool combustível no país, começou a provocar queda nos valores cobrados pelo produto no Rio. A gasolina e o gás natural veicular (GNV) também ficaram mais baratos na média nacional, tendência seguida pelos postos do estado. Segundo levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), na semana de 16 a 22 de abril o litro do álcool custava R$ 1,985 na média dos estados, com queda de 0,75% frente à semana anterior e de 1,19% em relação a quatro semanas antes.

No Estado do Rio, o preço médio ficou em R$ 2,141: -0,74% em relação à semana anterior, mas ainda com alta de 0,42% na comparação mensal. Na capital, o preço de R$ 2,129 apresentou recuo de 0,93% na semana e aumento de 0,47% no mês.

Os demais combustíveis acompanharam o álcool. O preço da gasolina, na semana pesquisada, era R$ 2,581 na média nacional, o mesmo valor registrado quatro semanas antes e com um recuo de 0,08% sobre a semana anterior. No Rio, este combustível custava em média R$ 2,574 (-0,23% menor que na semana anterior, mas com 0,39% de alta em relação a um mês antes). Na capital, o valor era de R$ 2,567: -0,23% na comparação com a semana anterior e avanço de 0,43% no mês.

Já o GNV, na média nacional, ficou em R$ 1,252, menos 0,79% que na semana anterior e 0,96% de alta no mês. No estado, o preço médio era de R$ 1,134, recuo de 0,87% na semana.

X