“Precisamos de estratégia”, diz consultor sobre a expansão do setor

Paulo Uchoâ, consultor em produção, operação e novos projetos em cana-de-açúcar, esteve presente em evento internacional realizado na cidade de São Paulo, nesta terça-feira, 26. O representante destacou as vantagens do Brasil na produção de cana-de-açúcar, lembrando de alguns pontos que causam admiração por parte dos visitantes. “Em relação a variedade de cana, por exemplo, o Brasil é privilegiado. Contamos com quatro programas de melhoramento genético, que apresentam novidades constantemente. Em lugar nenhum do mundo existe isso. Os estrangeiros nos questionam como conseguimos algumas coisas, como o caso de plantas que não florescem. Além do clima, as pesquisas realizadas nos permite este avanço. Sem contar que temos sol e água disponíveis praticamente 12 meses por ano”, explicou.

Sobre os pontos que faltam para o país, enfim, deslanchar, Uchoâ cita a questão política como entrave. “Precisamos ter estratégia. Há três anos, ninguém sabia que os preços da gasolina iria se manter como vemos hoje. Víamos usinas crescendo, aumentando, e ninguém sabia o cenário a médio, longo prazo. Simplesmente deixaram o setor sucroenergético fora dos planos. Hoje, muitas unidades estão fechando”, finalizou.

img7249

X