Prazo da Biosev para recompor 25% das ações em circulação é postergado

Biosev vista usina 3A Biosev, segunda maior produtora de açúcar e etanol do país, informou que o prazo para recomposição do percentual mínimo de ações em circulação fixado em 25% pelo regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, originalmente estabelecido em 21 de janeiro de 2015, foi postergado para 4 de março de 2015.

Em julho deste ano, a controladora da Biosev, a francesa Louis Dreyfus Commodities, recomprou mais de 37,4 milhões ações em circulação da companhia sucroalcooleira por R$ 619,7 milhões. Esses papéis haviam sido emitidos na oferta inicial de ações da companhia, em abril de 2013, juntamente com uma opção de venda dessas ações, 15 meses depois, a R$ 16,57.

Ao recomprar as ações, por meio da Hédera Investimentos, veículo que criou para lançar as opções, a Louis Dreyfus ficou com mais de um terço dos papéis em circulação na bolsa (free float). Agora, precisa recompor esse percentual de ações em circulação para se manter no Novo Mercado da bolsa paulista.

(Fonte: Valor Econômico)

X