Pratini diz que Farm Bill inviabiliza Alca

O ministro da Agricultura, Marcus Vinícius Pratini de Moraes, disse à Agência Estado, que, em represália à aprovação nesta segunda-feira, pelo presidente americano, George W. Bush, da nova lei agrícola dos Estados Unidos, o Brasil deve, daqui para a frente, negociar ponto a ponto cada item de sua pauta de importações que interessa aos Estados Unidos.

Pratini afirmou ainda que sanção de Bush à Farm Bill inviabiliza completamente as negociações que levariam à criação da Área de Livre Comércio das Américas (Alca). E compromete também as conversações relativas à liberalização do comércio mundial no âmbito da OMC. “Daqui para a frente as negociações da OMC passarão a ser balizadas pela mudança de rumo que os EUA imprimiram à sua nova lei agrícola. A aprovação da Farm Bill é uma negação ao que o governo americano se comprometeu na última rodada da OMC em Doha, no Catar”, afirmou.

US$ 180 bilhões em subsídios – Com a nova lei, sancionada por Bush, os subsídios concedidos aos agricultores americanos terão um adicional de US$ 73,5 bilhões nos próximos 10 anos. Ou seja, no total, considerando o que já foi concedido até este ano (quando acaba a lei atual), os produtores americanos terão recebido US$ 173 bilhões dos cofres do governo, aplicados em diversos instrumentos de apoio à produção agrícola daquele país. A nova Farm Bill eleva para até US$ 180 bilhões as subvenções a serem pagas aos agricultores americanos nos próximos 10 anos.

Na lista de interesse americano no Brasil, Pratini cita as vendas de bens de alta tecnologia, principalmente os de informática e de telecomunicações, serviços, compras governamentais, serviços financeiros e investimentos. Na área de telecomunicações, menciona a disputa pela venda de tecnologia para instalação da TV digital no Brasil. Estados Unidos, europeus e japoneses estão na disputa para vender seus respectivos sistemas. O tipo de tecnologia que o Brasil vai adotar para a TV digital deve ser definido até julho deste ano pelas autoridades brasileiras. (O Estado de SP)

X