Potencial de negócios das pequenas centrais hidrelétricas cresce 42%

Nos últimos cinco meses, o potencial de negócios do mercado de Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCH no Brasil cresceu 42%. Dados do Mapa das PCH no Brasil, confirmam que em dezembro de 2002, o potencial de negócios, era de R$ 5,732 bilhões. Em maio deste ano, aumentou para R$ 8,145 bilhões, mas os projetos ainda estão no papel devido à entraves na regulamentação do Programa de Incentivo a Fontes Alternativas – Proinfa.

Segundo a assessoria de imprensa da CndPCH, a quantidade de usinas em fase de outorga e de construção subiu de 145 para 207 no período. A quantidade de energia que poderia ser acrescentada ao sistema elétrico brasileiro por meio de PCH, atingiu 3.258MW correspondestes a um acréscimo de 362,4% da atual capacidade instalada, de 899 MW.

De acordo com Jorge Sampaio, diretor de desenvolvimento de negócios do CndPCH, apesar do grande potencial, das 44 usinas com autorização para construção, por volta de três quartos delas estão com seus canteiros de obras paralisados.

X