Pine prevê alta de 30,5% na moagem de cana na 2ª quinzena de abril

A estiagem na segunda quinzena de abril deve levar as usinas e destilarias do Centro-Sul do Brasil a processarem 35,4 milhões de toneladas de cana-de-açúcar no período, alta de 30,5% sobre o total de 27,1 milhões de toneladas de igual período de 2015, segundo estimativa do Banco Pine.

Os dados consolidados do processamento no período serão divulgados até a próxima semana pela União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica). Segundo relatório do analista de commodities da instituição financeira, Lucas Brunetti, com o resultado da quinzena, a moagem total na safra 2016/2017 deve atingir 68,2 milhões de toneladas, alta de 70% sobre o volume de 40,1 milhões de toneladas da última quinzena de abril do ano passado.

A produção de açúcar deve avançar 61,7% se comparadas as mesmas quinzenas, para 1,7 milhão de toneladas, e 116,2% no acumulado, para 3,1 milhões de toneladas.

O Banco Pine estima, ainda, uma produção de 1,1 bilhão de litros e etanol na última metade de abril e de 2 bilhões de litros no acumulado, altas de 34,5% e 53,3% sobre o total da última quinzena de abril e do acumulado de 2015.

Já a produção de etanol anidro avançará 9,8% na quinzena, para 350 milhões de litros, e acumulará alta de 81,2% na safra, a 700 milhões de litros, de acordo com a estimativa.

Além da estiagem, Brunetti destaca, no relatório, o número elevado de usinas que começaram prematuramente a moagem da safra 2016/2017, o que faz com que os dados comparativos apresentem fortes variações. “No entanto, em maio, a quantidade de usinas em funcionamento já será bem mais próxima a da safra anterior”, ponderou.

Fonte: (Estadão Conteúdo)

X