Petróleo manterá preços do álcool em alta

Os preços do açúcar e do álcool deverão continuar firmes no mercado interno sustentados pela alta das cotações do petróleo. Segundo Júlio Maria Martins Borges, da Job Economia e Planejamento, as cotações médias do álcool deverão se manter firmes durante a safra 2006/07, acima do ciclo passado.

Martins Borges prevê que o combustível terá oferta apertada e preços altos durante a entressafra 2006/07.

Martins Borges participou na quarta-feira, dia 19, do seminário “Economia Brasileira e a Dinâmica do Mercado Sucroalcooleiro”, promovido pela Açúcar Guarani, controlada pelo grupo francês Tereos.

“Os preços do álcool devem recuar durante o pico da safra, mas não como na safra passada, quando as cotações do combustível atingiram 50% dos preços da gasolina”, disse Martins Borges. ertada durante a entressafra 2006/07, como ocorreu no início deste ano. “Os consumidores de carros flex fuel devem continuar usando gasolina por algum tempo”, disse.

Para o açúcar, as cotações do produto devem oscilar entre 16 a 20 centavos de dólar por libra-peso, mas os preços sofrerão uma influência direta das projeções para a produção global de açúcar. “Há uma expectativa de recuperação da produção mundial”, afirmou Martins Borges.

X