Petroleiros paralisam atividades por 24 horas nesta quinta-feira em todo o País

Petroleiros de todo o País aprovaram a realização de uma paralisação de 24 horas para pressionar a direção da Petrobras. A mobilização começa a zero hora desta quinta-feira. A categoria quer resolver o impasse criado durante a negociação da participação nos lucros e resultados referente ao exercício de 2001.

De acordo com o Sindicato dos Petroleiros de Santos, Cubatão e São Sebastião, apesar de a Petrobras ter batido mais um recorde de lucro em 2001, os dirigentes da empresa insistem em manter uma contraproposta baixa para o pagamento do benefício aos trabalhadores.

O valor equivale à metade do que a categoria conquistou na última campanha, referente ao exercício de 2000. Segundo o sindicato, a mobilização não trará prejuízos à população, já que não ocorrerá desabastecimento de combustíveis.

Com a paralisação, não haverá troca de turmas. A equipe que entrou no turno das 19h na Refinaria Presidente Bernardes, em Cubatão, só deve sair da empresa, às 13h de sexta-feira, segundo o presidente do sindicato. Cláudio Negrão. Na Baixada Santista, a mobilização deve atingir 1.400 trabalhadores, dos 36 mil de todo o País. (IG)

X