Petrobras bate recorde de refino de combustíveis em julho

A Petrobras bateu em julho recorde de refino nas unidades de craqueamento catalítico, que permitem transformar matéria-prima pesada em produtos mais nobres, como gasolina, óleo diesel e GLP (gás liquefeito de petróleo), derivados de maior valor.

A estatal refinou 510 mil barris/dia em julho, marca que supera em 3,7% o recorde mensal anterior registrado em fevereiro deste ano. A empresa também bateu recorde diário no dia 6 de julho, com 523,6 mil barris/dia.

Segundo a Petrobras, as marcas atingidas nas refinarias devem-se às tecnologias aplicadas e à otimização da logística de uso e dos estoques de petróleo nacional.

As unidades de craqueamento catalítico e coqueamento reduzem a produção de derivados de menor valor agregado, como o óleo combustível.

A Petrobras está investindo US$1,5 bilhão em novas unidades de conversão nas refinarias de Paulínia (SP), Duque de Caxias (RJ) e Alberto Pasqualini (RS), que faz parte de um programa para modernização e ampliação de seu parque de refinarias. (Folha de SP)

X