Pedro Mizutani recebe título de Cidadão Paulistano

A Câmara Municipal de São Paulo fez entrega na noite da sexta-feira (11/02) do título de Cidadão Paulistano ao empresário Pedro Isamu Mizutani, presidente da Cosan Açúcar e Álcool. Participaram da solenidade Rubens Ometto Silveira Mello, presidente do Conselho da Cosan; Marcos Sawaya Jank, presidente da Unica; Mônica Maria Mellão Silveira Mello, presidente da Fundação Cosan; José Abreu da Silva, presidente do CREA-SP; vereador Luiz Yabiku, do Grupo Amigos do Karaokê de Campinas; e deputado federal Junji Abe; o ex-ministro Mailson da Nóbrega; Eunice Miyuki Kurossawa Mizutani, esposa de Pedro e seus pais Mamoru e Teruko Mizutani.

O vereador Jooji Hato afirmou que se sente “feliz e honrado” por ter sido autor do projeto que concedeu a honraria a Pedro Mizutani. Destacou que talvez seja um dos seus últimos atos como membro da Câmara, já que assumirá em março uma cadeira na Assembléia Legislativa de São Paulo. “Pedro Mizutani é um profissional exemplar e dedicado, cujo trabalho transforma o que era lixo (a cana) em fonte de energia limpa”, diz.

Mizutani agradeceu aos companheiros da Cosan, aos amigos do karaokê, aos parceiros e familiares. “Sempre cultivei uma coisa importante na vida: a humildade e a honestidade. E agora, como novo cidadão paulistano, sou muito grato à cidade de São Paulo, onde, apesar de todos os problemas de trânsito, poluição e estresse, é o lugar onde estão os desafios para o crescimento”, afirma.

Durante os 27 anos de atuação na Companhia, participou do processo de crescimento da empresa, e hoje, Pedro Mizutani ocupa o cargo de presidente da Cosan S/A Açúcar e Álcool, onde é responsável pela gestão estratégica e de operações. Atualmente, também é professor do curso de Pós-Graduação da Fundação Getúlio Vargas e membro de diversas associações sócio-culturais e educacionais, presidindo ainda a Liga Centro-Oeste de Karaokê. A solenidade foi realizada no Salão Nobre da Câmara Municipal.

A edição de janeiro do JornalCana traz na capa o executivo da Cosan e uma entrevista exclusiva nas páginas 46 a 49.

X