Ônibus movido a etanol está em testes nas ruas de São Paulo

Um ônibus movido a etanol começou a circular em São Paulo, SP, nesta quinta-feira (12). O protótipo, que passa a integrar a frota de transporte urbano da capital, vai rodar por 60 dias e será monitorado pela SPTrans, que vai avaliar o desempenho e o desgaste do motor. O teste irá comprovar a viabilidade técnica e econômica do projeto.

A iniciativa faz parte do Projeto BEST – BioEtanol para o Transporte Sustentável, cuja missão é sensibilizar o mundo sobre a importância do uso de combustíveis limpos no transporte público. São Paulo é a primeira cidade da América a testar o protótipo, que promete reduzir em até 90% a emissão de poluentes em relação aos movidos a diesel.

O projeto foi idealizado pela União Européia e coordenado pela Prefeitura de Estocolmo, na Suécia. No Brasil, os estudos são liderados pelo CENBIO (Centro Nacional de Referência em Biomassa), responsável pelo acompanhamento do desempenho dos veículos. De acordo com o prefeito de são Paulo, Gilberto Kassab, se os testes forem positivos, a frota paulista poderá ganhar mais 200 ônibus movidos a etanol.

A Esso, unidade de distribuição de combustíveis e lubrificantes do Grupo Cosan, será a fornecedora do etanol utilizado pelo novo ônibus. O veículo é abastecido com uma mistura de 95% de etanol e 5% de um aditivo que será importado da Suécia também pela Esso.

“O uso de etanol é benéfico para o Meio Ambiente e para a saúde pública, porque ajuda a diminuir a incidência de doenças causadas pela poluição. O Brasil tem uma energia limpa que o mundo inteiro está buscando. A iniciativa comprova a viabilidade do uso de etanol no transporte público de grandes metrópoles”, disse o consultor de Emissões e Tecnologia da Unica, Alfred Szwarc.

O uso de combustíveis renováveis como o etanol ajuda na redução de emissão de gases do efeito estufa (GEE), como o gás carbônico (CO2). Se mil ônibus movidos a diesel fossem substituídos por modelos a etanol, o ar deixaria de receber cerca de 96 mil toneladas de CO2 por ano, o equivalente à emissão gerada por uma frota de 20 mil veículos.

X