Oferta de eletricidade da biomassa cresce 24%

O bagaço é a principal fonte das usinas de cana para gerar energia elétrica
O bagaço é a principal fonte das usinas de cana para gerar energia elétrica

A oferta de eletricidade gerada por biomassa no País, o que inclui bagaço e palha da cana-de-açúcar, cresceu 24,8% em abril ante o mesmo período de 2015. No mês passado, as unidades termelétricas (UTEs) disponibilizaram no mercado 2,896 megawatts médios (MWm). Já em abril do ano passado, a oferta ficou em 2,321 MWm.

Leia mais: Preço do indicador de venda de eletricidade de biomassa no spot recua 7%

O mercado de eletricidade por biomassa representa 22,9% do mercado gerador do País, contra 14,2% em abril de 2015.

As informações são da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) em seu boletim InfoMercado, com dados de geração e consumo de energia.

Leia mais: Fila de navios com açúcar em Santos cai para 36 por semana 

Conforme a CCEE, a participação da eletricidade biomassa só perde para as UTEs a gás no segmento de geração térmica. As unidades movidas a gás representara 36m,1% da oferta de termelétricas, com 4,560 MWm. Mas essa oferta caiu 40,6% ante abril de 2015, quando as UTEs a gás disponibilizaram 7,670 MWm.

 

 

X