O setor está voltando a ter lucro? Padua responde

Padua, diretor-executivo da Unica: lucro
Padua, diretor-executivo da Unica: lucro não é sinal de expansão

O diretor-executivo da Unica — União da Indústria de Cana-de-Açúcar, Antonio de Padua Rodrigues, acredita em uma melhor conjuntura do setor neste momento. “Muitas empresas que não viam lucro, hoje têm oportunidade de ter lucro e voltar a pagar seu imposto de renda.”

Segundo ele, esta é uma safra que traz um novo ânimo, induzindo as empresas a investirem numa boa manutenção industrial, na frota, na reforma, depois de anos de cenário negativo. No entanto, Padua aponta que ainda não há uma sinalização de longo prazo.

No final de 2015, na COP-21, em Paris, o governo brasileiro demonstrou total apoio aos combustíveis renováveis, projetando a necessidade de produção de 50 bilhões de litros de etanol até 2030. Para isso, novas usinas teriam que ser construídas. “Mas ainda não se criou regras que permitam atingir esse objetivo. Sem criar essas regras, sem segurança, é evidente que o Brasil não vai atingir essas metas.” Ao analisar a conjuntura atual do setor e do Brasil, Padua afirma que o cenário é de estabilidade e não de volta da expansão.

Por sua liderança indiscútivel no setor sucroenergético, Rodrigues, foi indicado e eleito, para receber o Prêmio MaterCana Centro-Sul 2016 na categoria Líder do Ano. O troféu será entregue a ele durante o Prêmio MasterCana Centro-Sul 2016, que acontecerá na noite de 22 de agosto, no Espaço Golf, em Ribeirão Preto, SP. O evento, como já é de costume, abrirá a programação da Fenasucro & Agrocana 2016.

Quer saber mais informações sobre o Prêmio MasterCana 2016? Clique aqui!

Com informações extraídas do site da Unica.

X