O destino da cana-de-açúcar no RS

Os produtoes querem saber se terão garantia de compra para a cana que vão plantar. Os consumidores querem saber se vão pagar menos pelo álcool na bomba. Hoje, na Assembléia Legislativa, o Seminário sobre cana-de-açúcar, álcool e etanol, modelos de produção e produção de modelos para o RS tenta convencer o governo federal a reincluir 81 municípios gaúchos no zoneamento agroecológico ncional da cana-de-açúcar.

O enquadramento no ZAE cana é importante porque garante financiamento oficial para a lavoura. Só que tudo isso não muda nada no preço que os gaúchos pagam pelo etanol. O relator da Subcomissão de cana,álcool e etanol da Assembléia Legislativa, Heitor Schuch, disse que o Estado apenas ficaria com os impostos que vão para São Paulo e Paraná.

Schuch lembra que 98% do álcool consumido no RS é importado, uma vez que apenas 2% é produzido no RS. No final do encontro, haverá manifesto para reinclusão dos municípios gaúcho. As assinaturas estão endo coletadas.

X