Novo composto purifica combustível e pode ajudar a combater poluição do ar

Cientistas americanos desenvolveram uma espécie de “peneira molecular” que funciona como um filtro para combustíveis. O material barra compostos de enxofre, contaminantes usuais de gasolina e óleo diesel que podem se tornar fontes de poluição do ar se sofrerem combustão em um motor.

A substância “absorvente de poluição” foi desenhada e sintetizada pela equipe do americano Ralph Yang, pesquisador da Universidade de Michigan. Ela é feita de um composto de alumínio e silício com íons de prata e cobre, estes últimos responsáveis pela ligação com os derivados de enxofre.

O resultado da pesquisa foi publicado na edição de hoje da Science (www.sciencemag.org). Segundo Yang, 60, o único método tão eficiente quanto esse para purificar combustíveis envolve reações caras, feitas em temperaturas (cerca de 320C) e pressões elevadas. “O nosso processo é substancialmente mais barato e seguro, e é usado a temperatura ambiente”, disse o cientista à Folha.

Existem outros “filtros” para combustível parecidos, mas o novo composto é cerca de 40 vezes mais eficiente que o melhor concorrente. Agora, o cientista trabalha numa versão comercial.

X