Nova usina do México nasce com garantia de venda do etanol

O México ganhará usina de cana-de-açúcar com contrato de venda do etanol anidro a ser produzido. Os compradores serão a Petróleos Mexicanos (Pelmex) e uma companhia transnacional.

O empreendimento sucroenergético deverá entrar em funcionamento em maio de 2019 em Puente Nacional, em Veracruz.

O investimento inicial é estimado em US$ 50 milhões. Outros US$ 50 milhões serão aplicados na segunda fase.

Carlos Alberto Torres, CEO da empresa responsável pela usina, a Ciprof Energies, relatou em entrevista a veículos de imprensa mexicanos, que 33% do etanol a ser produzido irá para a Pelmex e o restante para a companhia transnacional cujo nome não foi divulgado.

No primeiro ano de atividade, a usina deverá produzir 60 milhões de litros de etanol, dos quais 20 milhões irão para a Pelmex e o volume restante para o outro comprador.  Nos próximos anos, a estimativa é de fazer 120 milhões de litros. A unidade pretende operar 360 dias por ano.

As informações são de que a Pelmex pretende substituir paulatinamente combustíveis fósseis por renováveis como o etanol.

 

 

Confira entrevista do CEO da Ciprof Energies:

X