Nova matriz energética do País será discutida em Brasília

A nova matriz energética brasileira, a partir dos insumos disponíveis no País, será discutida nos dias 11 e 12 de novembro, em Brasília, DF, em evento organizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Na oportunidade, o diretor executivo da Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), Eduardo Leão de Sousa, vai falar sobre a importância do etanol de cana, que é a segunda fonte primária de energia do Brasil.

De acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), do Ministério das Minas e Energia, o Balanço Energético Nacional 2008, com base no ano de 2007, mostra que a cana representou 15,9% da matriz energética do País, atrás apenas do petróleo, com 37,4%. Entre as fontes renováveis, a cana é líder, seguida das hidrelétricas, que representam 14,9% do total. O encontro acontecerá no auditório Ministro Pereira Lira, no edifício-sede do TCU, em Brasília.

X