Não dá para esperar

Alckmin pediu à Assembléia de SP que retome projeto que reduz a alíquota do ICMS do álcool combustível de 25% para 12%. O governo estima que SP perde cerca de R$ 100 mi por ano com a guerra fiscal e não dá para ficar esperando a aprovação da reforma tributária.

O governador de SP avalia que a reforma tributária será aprovada apenas no fim do ano. Com a redução da alíquota, Alckmin espera acabar com um esquema pelo qual produtores emitem nota fiscal de outros Estados como se o álcool não tivesse sido produzido em SP.

X