MWh da biomassa da cana no spot vale 54% mais

Unidade do Grupo Cocal em Naranbida: foco também em bioeletricidade
Unidade do Grupo Cocal em Naranbida: foco também em bioeletricidade

O megawatt-hora (MWh) da biomassa da cana-de-açúcar no mercado spot vale médios R$ 119,01 entre o sábado (30/07) à sexta-feira (05/08). O valor é para a região Sudeste/Centro-Oeste do País e é 54% superior aos R$ 77,36 médios do PLD da semana anterior.

Administrado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o PLD é determinado em base semanal, considerando três patamares de carga, para cada submercado do sistema elétrico brasileiro. A região Sudeste/Centro-Oeste, onde fica a maioria das unidades termelétricas (UTEs) das companhias sucroenergéticas, integra os submercados.

Leia também: Projeções de ex-diretor do BC ajudam usinas a planejar a safra 17/18

Divisão 

A definição dos submercados é responsabilidade do Operador Nacional do Sistema (ONS) e contempla a seguinte divisão do sistema elétrico brasileiro: Norte, Nordeste, Sudeste/Centro-Oeste e Sul.
O PLD é calculado em base ex-ante (considerando informações previstas de disponibilidade e carga) para as semanas que se iniciam aos sábados e terminam na sexta-feira, podendo conter dias de dois meses adjacentes. Os preços servirão para a liquidação de toda a energia não contratada entre os agentes.

X