MS deve encerrar safra com moagem maior, mas abaixo do esperado

img4717

Com o encerramento da safra de cana no Mato Grosso do Sul em janeiro, os dados contabilizados devem chegar a 37 milhões de toneladas, segundo estimativas da Biosul –  Associação dos Produtores de Bioenergia de MS. “Apesar de termos um aumento na moagem de cana, estamos num cenário de recuperação, a produção está crescendo, mas ainda não é o esperado. Um dos fatores que mais influenciou para que a expectativa não se estabelecesse foi o clima”, apontou o presidente da entidade, Roberto Hollanda Filho. Na safra passada, o Estado moeu 33,85 milhões de toneladas de cana. 

A expectativa de um novo crescimento está no funcionamento de duas novas indústrias do setor no Estado. “As usinas, já instaladas, também ainda não estão moendo na sua totalidade”, explicou o presidente da Biosul. 

Mesmo com a expectativa de moer 38,6 milhões de toneladas de cana ainda não se confirmando, Hollanda aponta aspectos positivos como produção recorde de cana, o crescimento do próprio segmento sucroenergético e o começo da recuperação da produtividade agrícola dos canaviais.

A Biosul, associação que representa as 24 usinas, estará no Giro Tecnológico, no dia 25, a partir das 14 horas, do Showtec. Além do setor sucroenergético, o mercado de grãos e carnes e as florestas plantadas também estarão nas palestras sobre “Cenários do Agro em Suas Diversas Cadeias Produtivas”. A entidade é uma das apoiadoras do Showtec 2013, que acontece de 23 a 25 de janeiro, em Maracaju (MS)”.

img4718


.

X