Monsanto repassa verba para Projetos de Pesquisa da Embrapa

No próximo dia 29 de novembro (segunda-feira), às 9h30, o diretor-presidente da Embrapa, Pedro Antônio Arraes Pereira, recebe do presidente da Monsanto do Brasil, André Dias, os valores destinados ao Fundo de Pesquisa Embrapa-Monsanto. Criado na safra 2005/2006, o Fundo de Pesquisa Embrapa-Monsanto já recebeu mais de R$ 20 milhões.

Os recursos financeiros são oriundos do compartilhamento dos direitos de propriedade intelectual, a título de royalties, sobre a comercialização de variedades de soja da Embrapa com a tecnologia Roundup Ready® na safra 2009/2010. O evento acontece na sede da Embrapa Arroz e Feijão, em Santo Antonio de Goiás (GO).

Os valores serão aplicados em projetos da Embrapa, escolhidos por meio do comitê gestor do Fundo de Pesquisa que a Monsanto mantém em parceria com a entidade. Entre os projetos apoiados estão estudos ligados a culturas populares no Brasil, como feijão (obtenção de resistência ao Mofo Branco via engenharia genética), arroz (transformação por genes relacionados à tolerância à seca e aumento do potencial produtivo) e cana-de-açúcar (prospecção de genes para melhoramento genético visando tolerância à seca).

Repasse de verba para Fundo de Pesquisa Embrapa-Monsanto

Sobre o Fundo de Pesquisa Embrapa-Monsanto

O Fundo de Pesquisa Embrapa-Monsanto foi criado na safra 2005/2006 com o objetivo de financiar projetos de pesquisa que busquem o desenvolvimento de soluções sustentáveis para os agricultores brasileiros.

Desde sua criação até 2009, já foram repassados mais de R$ 20 milhões para as pesquisas beneficiadas, que são selecionadas por um comitê gestor que analisa o mérito estratégico dos projetos da Embrapa.

Os valores repassados envolvem o cálculo de percentual sobre parte do que foi arrecadado em direitos de propriedade intelectual, a título de royalties, pela venda de variedades de soja com germoplasma da Embrapa contendo tecnologia Roundup Ready® da Monsanto.

X