Moagem inicial da Usina CRV Minas terá apenas cana própria

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A usina CRV Minas deverá moer apenas cana-de-açúcar própria na safra 2020/21, quando a unidade deverá retomar as operações com o atual controlador, o Grupo Japungu.

O Grupo Japungu adquiriu a usina localizada em Capinópolis (MG), então pertencente à Massa Falida Laginha Agro Industrial. A aquisição foi por meio de leilão realizado em 05/12/2017. Na oportunidade, o Grupo Japungu pagou R$ 206,3 milhões pela unidade, 17 imóveis e área de 3,2 mil hectares.

A moagem com cana própria será apenas no início. Em entrevista à publicação Canavial, da Siamig, entidade representativa da indústria sucroenergética de Minas Gerais, Carlos Barreto, executivo do Grupo Japungu, explica que a usina negociará cana com potenciais fornecedores da região de Capinópolis.

Meiosi

Em 2018, segundo Barreto, o grupo controlador da Usina CRV Minas dará ênfase no plantio de 4 mil hectares no sistema de meiosi e mais 1 mil hectares no convencional. Nesse ano também deverá ser realizado o diagnóstico da unidade industrial.

Já em 2019 a intenção é plantar mais 5 mil hectares desdobrando a meiosi. A unidade deverá iniciar moagem em 2020 com estimadas 900 mil toneladas de cana-de-açúcar.

O nome CRV Minas foi concedido por contra da CRV Industrial Ltda., filial localizada em Goiás do Grupo Japungu. Tradicional produtor de açúcar e etanol na Paraíba, o Japungu produz em seu estado de origem, com duas unidades, em Goiás, com três unidades, e prepara-se para também produzir produtos sucroenergéticos em Minas Gerais. 

 

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.