Moagem de cana mais acelerada na segunda quinzena de outubro

A moagem de cana no Centro-Sul do Brasil voltou a se acelerar na segunda quinzena da safra 2008/09, beneficiada pelas boas condições climáticas.

Levantamento da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica) mostra que o processamento da matéria-prima atingiu 33,72 milhões de toneladas na segunda quinzena de outubro, um volume 28,32% maior sobre igual período do ciclo 2007/08. No mesmo período, a produção de açúcar foi de 1,95 milhão de toneladas, 12,27% acima sobre a mesma quinzena da safra passada. A produção de etanol foi de 1,73 bilhão de litros, 25,54% superior ao da mesma quinzena da safra anterior, dos quais 670 milhões de litros de álcool anidro e 1,06 bilhão de litros de hidratado.

No acumulado da safra, a moagem de cana totalizou 412,381 milhões de toneladas, com aumento de 8,81% sobre o acumulado da safra 2007/08. A produção acumulada de açúcar atingiu 22,6 milhões de toneladas, 4,77% inferior ao da safra passada. Já a produção de etanol totalizou 20,2 bilhões de litros, 15,41% superior ao acumulado na safra anterior.

Das 32 unidades previstas para o inicio de moagem na safra 2008/09, duas unidades devem iniciar suas atividades em novembro, outras três vão postergar o início para a safra 2009/10.

No mercado interno, a demanda por etanol continuou aquecida, com vendas de 1,83 bilhão de litros no mês de outubro, 15% acima do total para o mesmo mês do ano anterior. Entre abril a outubro, as vendas no Centro-Sul superam os volumes negociados no mesmo período da safra anterior em 28%, com destaque para o hidratado. As exportações no acumulado da safra somaram 3,4 bilhões de litros, contra 2 bilhões no mesmo período da safra anterior.

X