Moagem de cana chega a 350 milhões de toneladas no Centro-Sul

Nos seis primeiros meses desta safra, de abril a setembro, as usinas e destilarias da região Centro-Sul moeram 350 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. O volume, divulgado ontem (9) pela Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), é 8,35% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.

A Unica estima que 58% da safra deverão ser destinada para a produção de etanol e outros 42% para a fabricação de açúcar. Este ano, até 30 de setembro, foram produzidos 16,9 bilhões de litros de etanol, 15,47% a mais do que no mesmo período de 2007.

O álcool anidro corresponde a 33% da produção, praticamente o mesmo volume do ano passado. Os outros 67% são de álcool hidratado (usado em carros flexfuel) no total de 11,25 bilhões de litros, crescimento de 24,53%.

Já produção total de açúcar, no referido período, está em 19 milhões de toneladas, volume 3,85% menor em relação à safra passada.

O mercado interno absorveu, até setembro, 10,17 bilhões de litros, volume 30,9% superior ao alcançado no mesmo período da safra anterior. Já as exportações do combustível chegaram a 2,92 bilhões de litros, aumento de 66% em relação aos seis primeiros meses da safra 2007/08.

No início do ano, a Unica previa que 32 novas usinas entrariam em operação nesta safra. No entanto, três unidades decidiram adiar a partida para 2009. Só em outubro, cinco usinas deverão começar a moer na região.

X