México começa a testar a mistura E6 este mês

A Pemex (Companhia de Petróleo do México), inicia em dezembro, em Guadalajara, testes com a mistura de 6% de etanol à gasolina. O E6 será usado em uma frota-piloto e estará disponível em dois postos de combustíveis da cidade.

Posteriormente, a mistura também será distribuída em postos de Monterrey e na capital, Cidade do México. A Pemex quer suprimir o uso do aditivo sintético da gasolina, MTBE (éter metil-terciário butílico), cujas importações correspondem a 40% do consumo. A mistura E6 deve ser adotada em todo México até 2012.

Inicialmente, a estatal comprará etanol de cana-de-açúcar de alguns produtores mexicanos. A demanda média estimada é de aproximadamente 197 milhões de litros de etanol. O governo do México tem planos de longo prazo para aplicação da mistura E10 (10% de etanol à gasolina).

O custo para modificação de tanques de armazenagem do E6 foi calculado entre US$ 15 milhões e US$ 30 milhões. A demanda mexicana por etanol pode superar 680 milhões de litros, a depender do comportamento do mercado.

X