México busca modelo brasileiro para produzir mais açúcar

Uma delegação formada por dez integrantes da Sugar Cane Association of Chiapas, do México, esteve em São Paulo, SP, na semana passada, para conhecer melhor o modelo produtivo adotado pela indústria brasileira. Representantes de mais de cinco mil produtores de cana do Estado de Chiapas consideram exemplar a forma de produção desenvolvida no Brasil.

A associação mexicana é formada por 15 integrantes, que representam produtores, fornecedores e comerciantes. No México, a produção de cana é distribuída em 15 dos 32 estados do país. Na safra 2007/08, a produção total de açúcar foi de 5,5 milhões de toneladas, seis vezes menor que o produzido no mesmo período pelo Brasil.

Os estados de Veracruz, Jalisco e San Luis Potosí são os maiores fornecedores de açúcar no México, sendo que Veracruz participa com 41% da produção nacional. O plantio da cana ocupa cerca de 650 mil hectares naquele país, gerando aproximadamente dois milhões de empregos durante a fase de cultivo e colheita.

X