Lula participará de discussão da Alca, diz Aécio

O presidente da Câmara dos Deputados, Aécio Neves (PSDB-MG), afirmou que tanto o atual presidente, Fernando Henrique Cardoso, quanto o eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, devem participar das discussões nesta semana sobre a Alca (Área de Livre Comércio das Américas).

A Câmara irá realizar, nos dias 19 e 20, a Cúpula Parlamentar de Integração Continental, que espera reunir pela primeira vez representantes parlamentares de 35 países. FHC deve receber os chefes de delegação para um almoço. “Lula disse ter grande interesse na discussão. Ele irá tentar adequar sua agenda, já que sua presença é muito importante.”

Questionado se a vitória de Lula, cujo partido se manifestou contrário à implantação da Alca, dificultaria as negociações, respondeu que não. “A negociação se complica muito menos pela eleição de Lula e muito mais por posições protecionistas, sobretudo dos EUA, contrárias ao discurso de integração.”

Nos primeiros meses do próximo ano, Lula enfrentará negociações decisivas para o futuro da Alca e do acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Européia. Para Aécio, a Câmara, por meio da comissão que acompanha as negociações, poder ajudar o petista. (Folha de SP)

Lula participará de discussão da Alca, diz Aécio

O presidente da Câmara dos Deputados, Aécio Neves (PSDB-MG), afirmou que tanto o atual presidente, Fernando Henrique Cardoso, quanto o eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, devem participar das discussões nesta semana sobre a Alca (Área de Livre Comércio das Américas).

A Câmara irá realizar, nos dias 19 e 20, a Cúpula Parlamentar de Integração Continental, que espera reunir pela primeira vez representantes parlamentares de 35 países. FHC deve receber os chefes de delegação para um almoço. “Lula disse ter grande interesse na discussão. Ele irá tentar adequar sua agenda, já que sua presença é muito importante.”

Questionado se a vitória de Lula, cujo partido se manifestou contrário à implantação da Alca, dificultaria as negociações, respondeu que não. “A negociação se complica muito menos pela eleição de Lula e muito mais por posições protecionistas, sobretudo dos EUA, contrárias ao discurso de integração.”

Nos primeiros meses do próximo ano, Lula enfrentará negociações decisivas para o futuro da Alca e do acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Européia. Para Aécio, a Câmara, por meio da comissão que acompanha as negociações, poder ajudar o petista. (Folha de SP)

X