Lucro do Grupo São Martinho cresce 132,7%

Aumento nos preços do açúcar e do etanol e incremento de 19,5% no volume de açúcar comercializado foram os responsáveis pelo lucro 132,7% maior no terceiro trimestre da safra 2010/2011 do Grupo São Martinho. O Grupo encerrou o período com lucro líquido de R$ 53,8 milhões, resultado superior ao registrado no mesmo período do ano anterior.

No acumulado da safra, o lucro líquido consolidado atingiu R$ 123,4 milhões, com aumento de 70,7 % se comparado ao mesmo período da safra passada.

Os bons preços e o aumento na produção de açúcar, foram responsáveis pelo incremento de 35,1% no EBITDA ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), que passou de R$ 122,7 milhões no terceiro trimestre da safra 09/10 para R$ 165,8 milhões nesse período. O destaque ficou para a margem EBTIDA que alcançou 42,5%, um recorde para a companhia e para o setor. A Receita Líquida do Grupo cresceu 20,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, chegando a R$ 390,2 milhões.

No comparativo dessa safra com a anterior, a Receita Líquida apresentou um aumento de 22,5% ao superar a marca de R$ 1 bilhão. Esse resultado foi impulsionado pelo aumento de preços e volume vendido de açúcar que foi de 26,8% e 21%, respectivamente. Já, o EBITDA ajustado atingiu R$ 411,4 milhões, com crescimento de 69,0% sobre o mesmo período da safra passada.

De acordo com João Carvalho do Val, diretor financeiro e de relações com investidores do Grupo São Martinho, a alta de 19,5% no volume vendido de açúcar e a melhora de 17% nos preços de comercialização do produto foram os principais fatores para o aumento na Receita Líquida do Grupo. “Além disso, nossa disciplina em redução de custos impulsionou o nosso EBITDA e a Margem Ebitda para R$ 165,8 milhões e 42,5%, respectivamente”, diz.

X