Leilões das usinas Vale do Paranaíba e Triálcool estão agendados para 24 de Novembro

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Usina Triálcool, desativada em 2013

Os editais dos leilões das usinas sucroalcooleiras Vale do Paranaíba Triálcool, instaladas nos municípios de Capinópolis e Canápolis, respectivamente, foram publicados pela Vara do 1º Ofício de Coruripe (AL) na tarde da última segunda-feira (23). As usinas integram a Massa Falida da Laginha Agroindustrial S/A.

Os juízes de Direito Leandro de Castro Folly, Phillippe Melo Alcântara Falcão e José Eduardo Nobre Carlos estão à frente do processo de falência e rejeitaram – na última segunda-feira (23) – a proposta da Usina Cambuí para comprar a Vale do Paranaíba por R$ 80 milhões.

Vale do Paranaíba e outros ativos da empresa estão avaliados em R$ 206.358,000,00 (Duzentos e Seis Milhões, trezentos e cinquenta e oito mil Reais). Este valor inclui 17 imóveis rurais e equipamento industriais – a frota de veículos de maquinários não estão inclusas.

Triálcool está avaliada em R$ 223.043.700,00 (Duzentos e Vinte e três milhões, quarenta e três mil e setecentos Reais). Este valor inclui 24 propriedades rurais e equipamentos industriais – a frota de veículos e maquinários também não estão inclusas.

As usinas serão leiloadas no dia 24 de novembro de 2017 – a partir das 14h – no estado de conservação ao qual se encontram.

O valor mínimo para a venda será o valor de avaliação judicial dos ativos (bens) e caso o valor não seja alcançado, o leilão se estenderá até às 14h do dia 07 de dezembro de 2017.

A publicação dos editais deixaram os prefeitos da região do Pontal do Triângulo Mineiro animados. O prefeito de Capinópolis, Cleidimar Zanotto, acredita no desfecho da situação das usinas. “Sempre acreditamos em um desfecho positivo da situação deste grupo e caso os leilões das usinas venham a se concretizar, podemos viver uma nova realidade na região do Pontal do Triângulo Mineiro, com mais prosperidade e geração de postos de trabalho diretos e indiretos ”, disse o prefeito.

Segundo o prefeito de Canápolis, Uallisson Carvalho Silva – que foi colaborador da usina Triálcool por 12 anos – a venda da usina irá alavancar a economia de Canápolis e de toda a região. “Diante daquele descredito que todos estavam com relação à Justiça de Alagoas, agora com essa situação do leilão, cria mais credibilidade. Estou bem esperançoso que essa história irá terminar agora.

Com a venda da usina, muda 70% para melhor o quadro da situação do nosso Município. Com o fechamento dela [usina Triálcoo], o município caiu em uma devassa, em uma grande crise financeira, falta de emprego, comércio fechando, aumento da demanda dentro do social. A fé é o que nos move e também a esperança em dias melhores, não só para Canápolis, mas para Capinópolis, Ituiutaba, Ipiaçu e Cachoeira Dourada”, disse o prefeito.

Milhares de trabalhadores de toda a região aguardam ansiosos a venda das usinas sucroalcooleiras instaladas no Pontal do Triângulo Mineiro na esperança de receber os direitos trabalhistas. Muitos impetraram ações judiciais para receber os valores.

O passivo trabalhista da Laginha Agroindustrial ultrapassa os R$180 milhões e o total da dívida supera os R$2 Bi.

Fonte: Tudo em Dia

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.