Japão quer conhecer política do Proálcool

O representante japonês da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), Tatsuji Koizumi, convocou para esta quinta-feira reunião com o secretário de Produção e Comercialização do Ministério da Agricultura, Pedro de Camargo Neto. O representante japonês quer conhecer mais sobre a política de incentivos ao setor brasileiro do açúcar e do álcool. Os países asiáticos passaram a interessar-se pelo assunto quando o governo brasileiro e o setor privado sinalizaram para a possibilidade de revitalizar o Proálcool – programa do governo brasileiro que incentivou no país a produção de álcool e o desenvolvimento de tecnologias, entre 1975 e 1989. Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Ruy Altenfelder, países como a China, já demonstraram interesse em importar tecnologia brasileira para desenvolver motores movidos a energias alternativas ao petróleo. A Embaixada do Japão no Brasil afirmou que o encontro não significa aproximação oficial dos dois governos sobre o assunto, mas apenas conversações informais entre a FAO japonesa e o Ministério da Agricultura do Brasil. A reunião está prevista para às 11h, no Ministério da Agricultura. (Udop)

X