Já existem 1,2 milhão de doses de vacinas contra brucelose prontas para aplicação

De acordo com a assessoria de imprensa do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal – Sindan, os laboratórios veterinários estão aptos à atender a todas as necessidades do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, que prevê a obrigatoriedade da vacinação no país. Já existem 1,2 milhão de doses de vacinas contra brucelose, dos laboratórios Merial, Biovet e Fort Dodge aprovadas e prontas para comercialização. A entidade aguarda ainda, a aprovação de outras 1,7 milhão de doses de vacinas contra brucelose que devem ser aprovadas nos próximos dias.

A brucelose é causada pela bactéria Brucella abortus e atinge principalmente bovinos, mas, também pode ocorrer em bubalinos, suínos, caprinos e ovinos, além de causar danos à saúde humana.

A incidência desta doença varia entre 4% a 60% dos rebanhos, conforme a região, sendo responsável por perdas significativas de produtividade e conseqüentemente econômicas. Além dos prejuízos financeiros, a brucelose acarreta danos no aspecto sanitário humano, pois pode ser transmitida ao homem e causar esterilidade.

Os seres humanos contraem a brucelose, assim como os bovinos, pelo contato com os líquidos e secreções decorrentes do aborto, além da ingestão de leite contaminado com a bactéria Brucella abortus. Os sintomas são semelhantes aos da gripe (cefaléia, febre, sudorese, mal-estar, insônia, fraqueza, depressão, dor nas articulações, constipação e diarréia), o que dificulta o diagnóstico médico.

X