Inseticida biológico utiliza técnica inédita na agricultura

As lavouras de cana-de-açúcar poderão contar daqui a alguns anos – provavelmente em 2018 – com um importante aliado para o controle da broca da cana (Diatraea saccharalis) e o bicudo (Sphenophorus levis).

Trata-se de um inseticida biológico que utiliza uma técnica inédita na agricultura: o encapsulamento de fungos – usados no controle das pragas – que aumenta em pelo menos quatro vezes a durabilidade do produto, sem a necessidade de refrigeração.

Os testes já realizados demonstram que o novo bioinseticida deverá ter um custo cinquenta por cento menor em relação a outros inseticidas biológicos e agroquímicos utilizados para a mesma finalidade, segundo a engenheira agrônoma Inajá Marchizeli Wenzel Rodrigues – que atua na área de Proteção de Plantas –, responsável pelo projeto.

Além de reduzir custos de produção, o controle biológico dessas pragas da cana gera benefícios ambientais e sociais: diminui o uso de produtos químicos e proporciona maior segurança ao trabalhador rural.

Os fungos – utilizados neste produto – parasitam insetos e podem matá-los ou incapacitá-los, aderindo ao corpo do inseto por meio do tegumento, que sob condições adequadas de temperatura e umidade, germinam, penetram, desenvolvem hifas e colonizam o interior do organismo.

Leia matéria completa clicando aqui.

X