Indústrias importam mais matéria-prima para adubo

As indústrias de fertilizantes aumentaram a importação de matéria-prima para a produção de adubos neste ano. Entre janeiro e setembro, os volumes atingiram 8,056 milhões de toneladas, um crescimento de 10% sobre o adquirido no mesmo período do ano passado, que atingiu um total de 7,321 milhões de toneladas.

Segundo Carlos Alberto Pereira da Silva, diretor da Associação Nacional para Difusão do Adubos (Anda), o aumento das importações reflete o aumento da demanda por fertilizantes este ano em razão da maior produção de grãos. Nos primeiros nove meses do ano, as vendas de fertilizantes somaram 11,908 milhões de toneladas, um crescimento de 17% sobre o mesmo período de 2001, que foi de 11,201 milhões de toneladas.

A produção no mercado interno foi de 6,061 milhões de toneladas no período, o que levou as indústrias a importar o volume restante, de 8,056 milhões de toneladas. Cerca de 75% do consumo de fertilizantes no País é distribuído nas culturas de soja, milho e cana-de-açúcar. (Gazeta Mercantil)

X