Indústria de açúcar na África do Sul prevê bons números nos próximos anos

plant-lgA segunda maior indústria de açúcar da África do Sul em valor de mercado prevê crescimento para os próximos anos. Protegida contra a influência da flutuação de preços do mercado externo e visando redirecionamento de suas importações, indústria planeja crescimento para os próximos anos.

Com a reforma da cadeia açucareira na União Europeia em 2017, a produção da commodity no bloco econômico será suficiente para abastecer a demanda doméstica, assim a Illovo Sugar já planeja destinar o açúcar para o mercado africano.

A indústria, que anunciou produção recorde em suas unidades na Zâmbia e Moçambique, está otimista com a intervenção do Estado na comercialização da commodity. A aplicação de taxa para importação de açúcar protege o setor nacional dos baixos preços internacionais do produto.

Mesmo com otimismo para os próximos anos, o clima também tem sido entrave para o crescimento industrial no país. A baixa pluviosidade afetou os canaviais sul-africanos e o lucro da empresa, na safra 2014/15 houve redução de 8,5% na colheita, resultando em 4,3 milhões de toneladas.

X