Indústria acende luz amarela, reduz produção e freia contratações

A alta do dólar e a manutenção da taxa de juros em níveis elevados acenderam a luz amarela da indústria paulista. Em junho, as indústrias paulistas demitiram 2.223 funcionários em São Paulo, o que representa uma queda de 0,14% no nível de emprego industrial do Estado.

Segundo a diretora de Pesquisas Econômicas da Fiesp, Clarice Messer, essa queda não é típica para o mês de junho, quando a indústria começa a contratar de olho na elevação da produção do segundo semestre. “A indústria está na contramão do que normalmente ocorre em junho, quando melhora o nível de emprego.”

A queda de 0,14% de junho de 2002, segundo Clarice, é muito parecida com a redução de 0,15% verificada em junho de 1998. “Esses dois anos são muito parecidos. São anos de eleição. Há crise. Em 1998, a economia era prejudicada pela crise da Rússia e ainda sentia o rescaldo dos efeitos da crise asiática de 1997.” (Folha de SP)

X