Índios plantam em Brasilândia (MS)

A comunidade da aldeia Ofaié, localizada em Brasilândia, 410 km de Campo Grande, já começou o plantio na sua nova área. As 18 famílias das etnias ofaié e guarani já prepararam 70 hectares de solo, onde irão cultivar arroz, feijão, milho, mandioca, cana de açúcar e capim napiê, usado como alimento de animais no período de seca, como o que se inicia. A atividade faz parte do Projeto de Desenvolvimento Agropecuário Auto – Sustentável da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA). A meta é implantar, no período de três anos, projetos de fruticultura, com pomares coletivos, piscicultura, criação de pequenos animais como aves e suínos. Os índios também vão adquirir gado de corte e leiteiro e equipamentos de tração animal. A Secretaria de Desenvolvimento Agrário, através do Idaterra, órgão executor do projeto, vai começar em breve a construção de curvas de nível na área. As famílias também vão receber as sementes e mudas dos cultivos de subsistência.

X