Governo discute regras para aguardente

Representantes da Coordenação de Inspeção Vegetal da Secretaria de Defesa Agropecuária – SDA do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa marcaram um encontro com produtores de cachaça no dia 5 de junho, em Brasília, para avaliar a possibilidade da edição de um novo decreto que definirá mais claramente a questão do produto. Segundo eles, a alteração da redação do Decreto nº 4.072/02, que trata do assunto, facilitará a diferenciação entre cachaça e rum. “Os fabricantes alegam que ainda há dúvidas no mercado internacional sobre a distinção entre a cachaça e o rum”, diz Ricardo Cavalcanti, coordenador de Inspeção Vegetal. Além disso, acrescenta ele, a indústria aponta algumas omissões no decreto. Não consta do texto, por exemplo, a definição da aguardente adoçada nem da envelhecida. De acordo com Cavalcanti, o setor reivindica a inclusão desses dois tipos de cachaça – um produto genuinamente brasileiro – no novo decreto.

X