Governo de São Paulo divulga zoneamento agroambiental

O governo do Estado de São Paulo divulga hoje o zoneamento agroambiental para a cana-de-açúcar no Estado – definido em parceria entre as secretarias estaduais de Agricultura e Meio Ambiente. O estudo mapeia as áreas onde a cana poderá ser plantada e estabelece critérios para a aprovação de novas licenças ambientais para novos projetos do setor sucroalcooleiro.

O Estado de São Paulo ocupa 19 milhões de hectares de terras agricultáveis, dos quais 9 milhões são de pastagens e 4 milhões de cana. O governo de São Paulo quer um zoneamento mais abrangente, segundo a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), da secretaria do Meio Ambiente.

Desde o dia 17 de maio, as licenças ambientais para novos projetos no Estado de São Paulo, que inclui ampliação das unidades existentes, foram suspensas. Desde 2006, o Estado tem recebido diversas propostas para a construção de usinas. Em 2007, foram enviados à secretaria 31 pedidos de análises de projetos de novas usinas. De janeiro a maio deste ano, outros 31 projetos, que incluem a ampliação de unidades, também foram enviados para a Secretaria de Meio Ambiente do Estado. Para criar critérios mais claros para o setor, a secretaria decidiu suspender as análises dessas licenças no dia 17 de maio. Os pedidos voltam a ser estudados a partir de hoje.

X