Goiás deve deixar de moer 4 milhões de toneladas de cana

As usinas de Goiás devem deixar de processar 4 milhões de toneladas de cana nesta safra 2008/09. A produção de cana no Estado está estimada em 32 milhões de toneladas, segundo André Rocha, presidente do Sindicato das Indústrias de Açúcar e Álcool de Goiás (Sifaeg). Cerca de 28 milhões de toneladas de cana serão moídas. Na safra 2007/08, a moagem foi de 20,7 milhões de toneladas.

O Estado possui 29 usinas em operação. A produção de açúcar nesta atual safra deverá ser de 1 milhão de toneladas, 5% acima sobre a safra anterior, e a de álcool está estimada em 1,8 bilhão de litros, 50% maior que na safra passada.

Até 2011, 29 novos projetos de usinas devem entrar em operação no Estado. Esses projetos somam investimentos de R$ 13 bilhões. Contudo, outros 50 projetos deverão ser engavetados por conta da crise de crédito e dos baixos preços do açúcar e do álcool no mercado.

No dia 20, o grupo Naoum, com sede em Anápolis, entrou com pedido de recuperação judicial. Com alto grau de endividamento e limitação de crédito no mercado, o grupo acredita na recuperação dos preços do açúcar e do álcool para levantar seu caixa nos próximos meses.

X