Georreferenciamento é feito gratuitamente na Paraíba

img4928

Para oferecer melhores condições de planejamento aos produtores, a Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) realiza, gratuitamente, o georreferenciamento dos imóveis rurais de seus associados desde 2005. Até o momento, 64.578,95 hectares de terras canavieiras foram mapeadas no estado da Paraíba.

Em 2011, a entidade conseguiu mapear 13.611 hectares, alcançando a marca dos 50 mil hectares. Já em 2012 foram mais 14 mil hectares mapeados. Apenas nestes dois anos, o trabalho beneficiou mais de 100 produtores de cana na Paraíba.

Segundo o tecnólogo em geoprocessamento da entidade, Thybério Luna, a maior parte dos produtores rurais só se vê obrigada a fazer o trabalho em caso de transferência (compra ou venda), divisão, desmembramento ou em qualquer outra situação legal que ele precise certificar o tamanho de sua propriedade. No entanto, o processo vem conseguindo a adesão dos produtores, que estão compreendendo a real importância do mapeamento.

“Com o georreferenciamento, o produtor pode planejar o uso de seu solo e ter uma expectativa melhor de sua safra”, explica o tecnólogo, lembrando que a entidade realiza o mapeamento de todas as propriedades rurais dos associados, que muitas vezes não tem apenas cana, mas também cria gado, cultiva macaxeira, abacaxi e precisa de um estudo mais completo de sua terra.

Mais informações através do telefone (83) 3241-6424.

X