Gasolina tem aumento de 6,6%; diesel sobe 5,4%

img4955

O que há muito vem sendo discutido, aconteceu. Sete meses depois de a Petrobrás ter comunicado a necessidade de aumentar em 15% o preço da gasolina e do óleo diesel, o Governo Federal liberou o reajuste nas refinarias, a partir desta quarta-feira (30/1). O aumento foi de 6,6% no valor da gasolina e 5,4 no diesel. Segundo informações de consultorias, o impacto para o consumidor pode variar entre 4,2% e 5,3%.

Contudo, em alguns meses o governo deve amenizar os efeitos deste reajuste. Isso porque um decreto elevando de 20% para 25% a parcela de etanol na gasolina já está pronto, sendo esperado, apenas, o fim da safra 2012/13, que deve acontecer em abril.

Com o acréscimo de etanol, o reajuste deve ser diluído, reduzindo o preço final do combustível.

Segundo números publicados pelo Valor Econômico, a defasagem no preço dos combustíveis provoca perda mensal de R$ 1,8 bilhão a Petrobras. A conta é feita com base no prejuízo de R$ 21,7 bilhões acumulado por essa divisão da petrolífera nos 12 meses até setembro de 2012. Ainda segundo a publicação, mesmo depois dos últimos reajustes de preço, vindo no terceiro semestre de 2012, o prejuízo mensal foi de aproximadamente R$ 1,9 bilhão.

X