Gasolina e diesel caem de preços nas refinarias. Confira 3 impactos diretos nas usinas de cana

Unidade de hidrotratamento de diesel da Refinaria Landulpho Alves (Foto: Petrobras/Divulgação)

Desde a 0h de 15/06 os preços médios nas refinarias foram reduzidos em 2,3% para a gasolina e em 5,8% para o diesel.

A queda reflete a política de preços da Petrobras e que leva em conta as variações recentes dos preços internacionais do petróleo.

Após flutuar ao redor de US$ 50 por barril, o combustível fóssil registrou quedas sucessivas, caindo para atuais US$ 46.

Diante isso, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) da Petrobras decidiu reduzir o preço médio nas refinarias.

Para o setor sucroenergético, a mais recente mudança de preços pela estatal reflete diretamente. JornalCana lista 3 impactos imediatos da queda de preços da gasolina e do diesel nas refinarias.

1

Diesel mais em conta ajuda as usinas

As usinas de cana-de-açúcar localizadas na região Centro-Sul do país, atualmente em plena safra de cana, obtêm benefícios com a queda no preço do diesel. Pela estimativa da Petrobras, a redução de 5,8% nas refinarias deverá significar queda de 3,5% no preço nas bombas, ou R$ 0,11 por litro.

As usinas de cana são beneficiadas porque praticamente toda sua frota de máquinas e caminhões é movida pelo diesel e, pelo menos até 15/07, os valores do derivado de petróleo deverão custar 3,5% menos.

2

Queda da gasolina impacta no etanol 

A queda de 2,3% na gasolina na refinaria deverá, nas bombas dos postos, recuar em 0,9%, ou R$ 0,03 a menos por litro em média. Conforme apurado junto a agentes de mercado, a redução impacta psicologicamente no consumidor porque diante uma situação econômica conturbada no País, qualquer redução de preço tende a favorecer o produto. Por esse raciocínio, significa uma predileção pela gasolina, caso o consumidor não faça as contas. Sabe-se que o etanol é mais indicado se custar até 70% do preço do derivado de petróleo.

3

Etanol também deve recuar de preço

A queda no preço da gasolina também impacta diretamente no preço do etanol. Primeiro porque ao cair estimados R$ 0,03 por litros nas bombas dos postos, o litro da gasolina também reduz na mesma proporção o faturamento do anidro, que compõe o litro da gasolina em 27%. No caso do hidratado, se seu valor médio ficar inalterado ele tende a perder na disputa com a gasolina.

 

 

X