Franceses verificam potencial do biocombustível em Uberaba

Técnicos são recepcionados pelo secretário José Humberto e empresário Eduardo PalmérioComitiva formada por oito franceses, sendo cinco deles agrônomos, esteve visitando o município de Uberaba durante a semana, objetivando conhecer o potencial do município no setor de produção de biocombustível.Em reunião com o titular da Secretaria Municipal de Agricultura (Sagri), José Humberto Guimarães, o agrônomo Emile Choné, membro da Academia de Agricultura da França e também consultor para o setor de biocombustível, explicou que o interesse por Uberaba se dá em função de a região ser grande produtora de grãos, com uma capacidade extraordinária pra produzir soja, aliás, bem maior do que nos Estados Unidos e, conseqüentemente, produzir biocombustível.Esse interesse se explica em virtude de uma lei federal que obriga os franceses a colocarem, até o ano de 2012, 12% de biocombustível no diesel. Hoje, o percentual adicionado é de 2,5%. “A política ambiental na França interfere muito mais na vida da população do que a política agrícola. Por isso, as leis ambientais são seguidas à risca”, ressalta o titular da Sagri.De acordo com o secretário, a cultura que produz o biocombustível na França é a Colza (nabo forrageiro) e para que sua produção se expanda será necessário reduzir a área plantada de trigo, justamente o produto de primeira necessidade naquele país, que origina diversos produtos alimentícios. “Existe inclusive a possibilidade de investimentos por parte dos franceses para que seja implantada em Uberaba uma usina de biocombustível, já que temos o produto bruto”, explica o secretário de Agricultura, adiantando também que outra possibilidade acenada é a de que os franceses possam importar de Uberaba nossos produtos, visto que, para atender à lei ambiental, eles necessitam de 1,2 bilhão de litros de biocombustível por dia.Vivencias Brasil. Promovido pela fazenda Serra Morena e com o apoio das secretarias municipais de Agricultura e Desenvolvimento Econômico e Turismo, será desenvolvido no município projeto de turismo rural do Governo Federal. A idéia foi aprovada pelo Ministério do Turismo e a partir disto se encaixa no projeto “Vivências Brasil”, que é organizado pelo próprio ministério.O primeiro local que fará parte do projeto no município é a fazenda Serra Morena, a intenção é montar um roteiro explorando rios, lagos, cachoeiras e o cerrado uberabense, por meio de trilhas. A Sagri irá realizar um levantamento de todas as propriedades que podem fazer parte do turismo rural, depois serão oferecidas orientações para assim desenvolver de forma profissional, sem perder as características principais do meio rural.

X