Fórum do setor reúne reivindicações estaduais para pauta única

Ontem, dia 6, durante reunião do Fórum Nacional Sucroenergético, na sede da Unica, na capital paulista, liderança dos estados produtores discutiram assuntos relacionados as últimas medidas do governo federal, como PIS/Cofins mas concluíram que seria apenas um pequeno alívio diante do quadro preocupante. A informação foi repassada por Jorge dos Santos, diretor executivo do Sindalcool do Mato Grosso, que acompanhou a reunião. Diante desse quadro, o grupo resolveu que deverá reunir as principais reivindicações do segmento de cada estado, no próximo dia 26, em São Paulo, para montar uma pauta única, defendida pelo Fórum, para pleitear junto ao governo federal novas medidas para as próximas safras.

Segundo Santos, durante a reunião a liderança voltou a discutir a necessidade de uma política de longo prazo por parte do governo federal. “Precisamos saber o que o governo quer do setor, relacionado a matriz energética nacional. O governo acha que precisa ser tutor do setor, mas queremos que ele seja indutor apenas. O que mais me incomoda é que temos uma Itaipú pronta para ser utilizada no país através da energia da biomassa da cana, mas ficam discutindo sobre Belo Monte. Precisamos de no mínimo, um mix de produto que garanta a rentabilidade do setor. Se tivermos um etanol barato, precisamos de uma energia que remunere, com um preço justo, para que o processo produtivo seja rentável e não temos isso hoje”, lembra.  

img6991

“Se etanol é barato, energia da biomassa deve remunerar”, diz líder
X