Fast track trará mais investimentos no Brasil, diz pesquisador

A versão final da Autoridade de Promoção Comercial (TPA, na sigla em inglês), aprovada pela Câmara dos EUA no sábado, não é a ideal para os interesses brasileiros, mas é melhor para o Brasil que Washington tenha a permissão para negociar acordos comerciais.”O Brasil precisa cada vez mais obter superávits e atrair investimentos. Se (o presidente dos EUA, George W.) Bush não tivesse conseguido a TPA as negociações para o livre comércio ficariam amarradas. Só que a se julgar pela essência da atual crise, nós precisamos de mais comércio exterior”, afirma o professor da USP Marcos Jank, pesquisador do Banco Interamericano de Investimento (BID) e uma das maiores autoridades brasileiras em comércio agrícola. A TPA autoriza o governo a negociar acordos comerciais sem a interferência direta do Congresso. (O Estado de SP)

X