Exportações de açúcar recuam 30% em janeiro ante mesmo período de 2018

Estrutura de açúcar da Copersucar no Porto de Santos (Foto: Copersucar/Divulgação)

O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, destaca que as exportações brasileiras de açúcar recuaram com certa força em janeiro.

A queda reflete o período de entressafra nas unidades produtoras da região Centro-Sul e a queda na produção da commodity nesta temporada.

Em janeiro, o Brasil exportou 1,097 milhão de toneladas de açúcar, volume 32,27% inferior ao de dezembro/18 (1,619 milhão de toneladas) e 30% abaixo do de janeiro/18 (1,566 milhão de toneladas), de acordo com dados do Comex (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços).

Leia também: 

Caminhos para obter açúcar de qualidade

No spot

No mercado spot paulista, o volume negociado entre 11 e 15 de fevereiro aumentou ligeiramente, devido a um pontual aquecimento da demanda.

Já os preços se comportaram de acordo com a qualidade do açúcar disponível – para os tipos Icumsa 150, a oferta seguiu restrita e os valores, firmes; já para o Icumsa 180, algumas usinas chegaram a reduziram os preços pedidos.

Entre 11 e 15 de fevereiro, a média do Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, foi de R$ 69,52/saca de 50 kg, queda de 0,6% em relação à da semana anterior (de R$ 69,95/saca de 50 kg). 

X