Excesso de chuvas faz Adecoagro registrar EBTDA 27,4% menor

A companhia sucroenergética Adecoagro apurou EBITDA de US$ 81,3 milhões no quarto quadrimestre de 2017 (4Q17), queda de 27,4% ante os US$ 112,1 milhões registrados no mesmo período de 2016.

Conforme a companhia, que controla três unidades produtoras no Brasil, entre as explicações para o desempenho do 4Q17 está o aumento de chuvas no período, o que prejudicou o desempenho operacional com redução da moagem de cana-de-açúcar em 29,4%. Conforme a companhia, os volumes de chuva no 4Q17 foram 30% acima da média dos últimos dez anos.

Com menor moagem, as unidades da Adecoagro produziram menos. A companhia opera duas unidades no estado do Mato Grosso do Sul e uma no estado de Minas Gerais.

Outro fator negativo que contribuiu com a queda no EBTIDA de açúcar, etanol e bioeletricidade da companhia foi a redução dos preços do adoçante e do biocombustível na moeda americana.

Um terceiro motivo para o resultado, segundo a Adecoagro, foram os custos de produção mais elevados no período, impulsionados principalmente pela diminuição dos rendimentos e menores volumes de trituração de cana-de-açúcar.

 

 

 

X